domingo, 1 de janeiro de 2017

Carta ao Amor


Ei! Posso confessar que isso é como droga, como um doce. Que se não tem, tudo fica vazio, sem sentido. Como se fosse uma gangrena corroendo teu peito, te levando a perder o ar!
Ei! É como... Não! É ter a certeza que você brilha mais do que as estrelas, és mais bela que o céu. Sinto que o calor do sol não me aquece tanto como está nos teus braços pequenos e cheirosos. Adoro ver seu cabelo arrepiado pela manhã, teu rosto de sono e tua risada silenciosa e logo em seguida uma gargalhada, Teus olhos brilhantes mais que diamantes que alegram meu dia. Que não sai da minha cabeça até a hora do sono e depois se transforma em sonho.
Ei! Me encanta tua inteligência, mesmo eu teimando admiro a forma que soluciona tudo. Também sei que sem você eu não seria nada além de um ser vazio! Por isso que te amo. Não vou cansar de dizer que te amo. 

O teu sorriso faz meu dia ficar claro,
Através dos teus olhos vejo melhor,
Sentir teu cheiro é como se entregar ao mais doce prazer.

Te amo Peixinho

Para Allana 

Yuri Montezuma


Nenhum comentário: